Carta aberta aos clientes da Viação Nossa Senhora do Amparo

NOVIDADE!

Caro cliente, nossos horários já estão disponíveis para consulta em nosso site.

Contudo, lembramos que, todos os horários disponíveis, estão sujeitos a ajustes, devido aos impactados da pandemia.

Por este motivo, nosso atendimento via WhatsApp continuará trabalhando, todos os dias para te atender.

Caro Cliente,

Queremos dividir com você a nossa angústia. O Estado do Rio de Janeiro, não é de hoje, sofre com a violência crescente, que nos impacta a todos, nas mais diversas situações: nas ruas, na nossa casa, no nosso lazer e, infelizmente, também no transporte público que utilizamos. E é aí que entra a Viação Nossa Senhora do Amparo.

Talvez você não tenha ciência, mas fazemos um grande esforço para tornar sua viagem mais segura. Fazemos tudo o que está ao nosso alcance. Algumas coisas, podemos fazer e fazemos. Outras, não podemos fazer. É atribuição da segurança pública.

O que fazemos:

  • Investimos, nos últimos anos, em compra de equipamentos como câmeras de segurança e centrais de monitoramento que acompanham o que acontece nos carros, durante todo o trajeto. Essas câmeras oferecem imagens cada vez mais nítidas e são encaminhadas à polícia sempre que ocorre um assalto.
  • Investimos, via Fetranspor, em um sistema que centraliza as informações dos assaltos ocorridos. Todas as ocorrências sofridas pelas empresas são publicadas nesse sistema, que é compartilhado com a polícia. Assim, os órgãos de segurança recebem, regularmente, relatórios que mostram onde ocorrem os assaltos e em que horários, juntamente com as imagens captadas nos ônibus, para facilitar as investigações.
  • Reunimo-nos, com frequência, com os Órgãos de Segurança Pública, Policia Militar e Civil, insistindo em um maior policiamento nas áreas de risco.
  • Fazemos registro de ocorrência a cada assalto, para que a polícia esteja sempre ciente do problema e possa tomar providências.

O que não fazemos:

  • Optamos por não realizar ações que coloquem em risco a vida dos nossos passageiros e dos nossos colaboradores, como implantação de botão de pânico e outras.
  • Também não nos compete colocar segurança armada nos coletivos. A segurança no transporte público é atribuição do Estado.

Entendemos a gravidade do problema e sabemos que não atinge apenas a Viação Nossa Senhora do Amparo. Muitas empresas de ônibus vêm passando pela mesma situação e buscando, junto às autoridades, uma solução eficaz. Além das perdas financeiras, que atingem nossos clientes e nossa empresa, existe o impacto emocional que atinge a todos os que passam pela situação do assalto, sejam clientes ou motoristas.

Somos parceiros nessa luta contra a violência. Sabemos que essa questão é muito maior que os assaltos a ônibus, mas continuaremos a fazer o possível para que o problema seja solucionado, buscando junto às autoridades de segurança ações efetivas e fornecendo as informações mais precisas, em tempo hábil.

Precisamos de você nessa parceria. Caso passe por uma situação de assalto, procure a delegacia mais próxima para registrar a ocorrência, ou faça via internet através do site https://dedic.pcivil.rj.gov.br/ Cobre ao Conselho Comunitário Municipal de Segurança da sua cidade uma solução para o problema. Vamos exigir leis mais duras, que não permitam que meliantes continuem soltos. E juntos, vamos tornar nosso transporte mais seguro.